Conheça, em oito gráficos, o avanço da Covid-19 em Ribeirão Preto

Texto e infográficos: Cristiano Pavini

A Covid-19 avança em Ribeirão Preto. O comércio municipal reabriu, em 1 de junho, já com a epidemia em ascensão. As cenas de aglomeração no Calçadão nos últimos dias agravaram ainda mais a situação.

Farolete elaborou oito infográficos interativos com o contexto do novo coronavírus, abordando: número de casos, mortes, ocupação de leitos e SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave).


Ocupação dos leitos

Em 29 de maio, o município tinha 71 leitos de CTI (Centro de Terapia Intensiva) livres e 50 ocupados (41%). Em 3 de junho, dois dias depois da reabertura do comércio, a taxa de ocupação já estava pela metade. O número de internações cresce desde então. Em 10 de junho, três em cada quatro estavam ocupados (75%). Clique na seta para conhecer, também, a ocupação na enfermaria.



Aumento de mortes

Os boletins epidemiológicos de 1 a 10 de junho registraram 28 mortes. É mais do que todo o período de 56 dias anteriores, em que 25 óbitos foram computados.


Mais casos de SRAG

O número de casos confirmados de Covid-19 varia de acordo com a testagem. Mais testes aumentam as confirmações, sem que necessariamente o vírus tenha avançado.

Assim, uma forma de acompanhar o crescimento da epidemia é o número de internações por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave). Clique no play e veja que elas só crescem no município:


Os boletins epidemiológicos de Ribeirão Preto mostram a realidade do dia anterior. No gráfico abaixo, os dados estão atualizados até o boletim desta quarta-feira (10), portanto com as informações de terça-feira (9). Foram computados os novos casos de SRAG ao dia.

É possível verificar um aumento nos últimos dias (nas datas que caem em sábado e domingo os registros são menores, em razão da subnotificação).

De 26 de maio a 1 de junho, quando o comércio reabriu, havia uma média de 16 novos casos de SRAG ao dia. Já de 3 de junho a 9 de junho, após a reabertura, são em média 25 novos casos diários.

No gráfico abaixo, comparamos o número de SRAG em Ribeirão Preto, de janeiro a maio, nos últimos três anos. Essa explosão em 2020 é resultado do novo coronavirus:


Confirmações em alta

Há, também, o aumento do número de casos confirmados. Por si só o número não significa, necessariamente, avanço, pois é influenciado pela testagem. Com o contexto de ocupação de leitos e mais casos de SRAG, porém, há indícios de que a epidemia de fato está contaminando mais ribeirão-pretanos.


Nesta quarta-feira (10), o governo estadual restringiu a flexibilização da quarentena em RIbeirão Preto. A partir da próxima segunda-feira, o comércio volta a fechar e apenas serviços essenciais poderão funcionar.


Gostou da reportagem?

Então compartilhe em suas redes sociais:


Também curta nossa página no Facebook clicando AQUI e entre em nosso grupo de WhatsApp AQUI