Nogueira se consolida por toda Ribeirão, mas é mais forte nas zonas Sul e Leste

Reportagem: Cristiano Pavini

Em Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB) e Suely Vilela (PSB) disputarão o segundo turno nas eleições 2020. O atual prefeito teve pelo menos o dobro dos votos válidos da concorrente em todas as quatro zonas eleitorais da cidade, mas a vantagem foi ainda maior nas regiões Leste e Sul.

A análise foi feita pelo Farolete junto aos dados divulgados pela Justiça Eleitoral.

O cenário deste ano é diferente do verificado em 2016. Na eleição passada Ricardo Silva (PSB), adversário à época de Nogueira e atual padrinho eleitoral de Suely, superou o tucano no primeiro turno em uma zona eleitoral da região Norte e quase ganhou em outra também da Zona Norte.

Mesmo perdendo força em razão da Operação Sevandija, em ambas ele ficou no páreo no segundo turno, apesar de ultrapassado por Nogueira.

Naquela eleição Ribeirão tinha seis zonas eleitorais. Agora, em 2020, o número foi reduzido para quatro zonas.

Em todas Nogueira teve entre 42% e 49% dos votos válidos, sem ser ameaçado por Suely em nenhuma delas. O maior percentual está na 305ª Zona Eleitoral (Sul e Leste). Já a campanha da ex-reitora da USP ficou com entre 20% e 21% em todas.

Veja os gráficos interativos com a votação em cada Zona Eleitoral no decorrer da reportagem.


O que são as Zonas Eleitorais?

Cada zona eleitoral agrega uma série de colégios e suas respectivas seções eleitorais. Elas estão distribuídas de acordo com a região da cidade.

Abaixo, cada ponto é um local de votação na cidade. Estão divididos por cores, conforme as quatro zonas eleitorais da cidade: 108°, 265°, 266° é 305°. A elaboração foi feita pelo Farolete, com dados atualizados da Justiça Eleitoral.

Esses são os principais bairros de cada Zona Eleitoral:


Zona 305º: região Leste e Sul, englobando colégios na região do Jardim Castelo Branco, Parque dos Servidores, Irajá, Ribeirânia, Jardim Paulista, Bonfim Paulista.

Zona 108º: principalmente região Central, Vila Virgínia e extremidade da zona Sul, como Parque Ribeirão e Jardim Marchesi.

Zona 265º: região Norte, em especial o Ipiranga e entorno da Av. Dom Pedro I.

Zona 266º: região Norte, incluindo proximidades da Avenida Marechal Costa e Silva, Jardim Aeroporto e, ao Leste, o Ribeirão Verde.


Os votos

Farolete analisou os votos de Nogueira e Suely em cada Zona Eleitoral. O gráfico abaixo traz dois cenários: votação absoluta (total de votos) e o percentual de votos válidos (descontando brancos e nulos).


O que isso significa

Nogueira tem um eleitorado historicamente associado aos mais ricos, em especial da zona Sul. É justamente na zona Eleitoral com as maiores rendas per capita da cidade que o tucano teve maior vantagem sobre Suely.

Entretanto, o atual prefeito se mantém em patamar elevado também nas zonas eleitorais dos bairros periféricos e pobres, mostrando que consolidou seu capital político pela cidade.

Já Suely, estável em todas as regiões, não tem um reduto eleitoral marcante.


Atenção!


A votação consolidada em uma zona eleitoral não significa que o candidato teve igual desempenho em todos os colégios que fazem parte dela. Assim, pode haver resultados em um bairro que fujam da média da zona.

Um eleitor de uma bairro da zona Sul também pode estar cadastrado para votar no Centro, por exemplo. Portanto, o voto do colégio não necessariamente significa o dos moradores ao entorno.



Achou importante?

Então compartilhe em suas redes sociais:

Também curta a página do Farolete no Facebook clicando AQUI e entre em nosso grupo de WhatsApp AQUI



Ajude o Farolete!

Faça parte do movimento para viabilizar outras reportagens, fortalecendo o jornalismo local independente! Estamos com uma campanha de financiamento coletivo no Catarse. Com a partir de R$ 10 mensais, você nos ajuda a estruturar o site! Clique aqui e acesse.